livro técnicas de pintura  
afrescoaquarelaencausticatemperaoleoacrilicoalquidicocaseinavitraliconesoutras
sumario
historiaorigenstiposfabricação
medidas
formatosprojetomaquete
calibragemdesbaste
ferramentasTipos de pincéisprecauções
tecnicascorte
montagem
soldaconsolidaçãopinturagrisalhaamarelovermelhocarnaçõesfornosqueima
transporteinstalação
RestauroTermoformaçãofornecedoresautores


Vitral - História

chartresA lenda diz que os vidros foram descobertos pelos fenícios por volta do ano 2000 a.C., quando acampados na beira do Rio Belus, fizeram uma fogueira com algas e lenha para passar a noite. No dia seguinte, eles perceberam que sob a fogueira escorreu um material transparente, que jamais haviam visto, fruto da fusão da areia e das algas da região. (Plínio HN 36,191).

 

 

 

 

 

 


verresNo entanto, sabe-se que a invenção do vidro é contemporânea ao desenvolvimento das glasuras na cerâmica, 5000 anos a.C. Por volta de 2600 anos a.C. o vidro passa a ser um material puro, porém opaco (pasta de vidro).
Não se sabe ao certo se foi descoberto na Mesopotâmia ou no Egito, sabe-se que ele era muito procurado e que Jó o cita com o ouro e as pedras preciosas. (Jó 28, 16-19).

Potes de vidro dos séculos V e VI a.C. Museu de Arte Bizantina, Atenas, Grécia.

No Egito, o vidro aparece sob Toutankhamon, entre 1347 e 1338 a. C. Os atelieres de palestinos e sírios trabalham então com excelência, na arte do vidro.  A invenção do sopro foi atribuída por muito tempo, erroneamente, aos Egípcios, por causa da interpretação de um afresco da tumba de Rekhmirê.

VÍDEO


Clique no botão Play para assistir ao vídeo.

vidrosOs fenícios desenvolvem as técnicas de vidro e, por volta do ano 50 antes de Cristo inventam o sopro do vidro. Na Grécia, a produção de vidros imitando o modo dos Egípcios e dos sírios começa por cerca do séc. XV a.C. Em Roma, a produção de vidros começa sob o reino de Tibério, entre o ano 14 e 37 d.C. Na metade do séc. I d.C a produção do vidro já está presente nos vales do Rio Rhone, Reno, Saone, na Espanha, Bélgica e até na Inglaterra. No final deste século, o vidro já é popular, e é empregado até pelos mais pobres. 
Com a crise que conhece o Ocidente, a arte do vidro passa por uma crise, e quase cai no esquecimento, entre o século III ao VIII d.C. 
Até este momento, os mestres vidreiros só conheciam um vidro com compostos de sódio, que recebiam em lingotes, provavelmente do Egito ou da Palestina, para transformar em objetos e artefatos, frascos de perfume, jóias, adornos etc... No século IV, no entanto, o vidro já era utilizado para fechar orifícios nas paredes das Igrejas. No século IX surgem na Europa os primeiros vitrais com representações figurativas, com cenas e personagens, utilizando a uma técnica de pintura com "grisaglia" e o chumbo, como estrutura do vitral.

O termo vidro surge na segunda metade do séc. XII, proveniente do latim Vitrum.

vitrais

PROCEDIMENTO DE COMPRA

site do artista Atelier Prata - Tel 55 11 4035-2057 - Cel 55 11 9597-0275 - artista@sergioprata.com.br