livro técnicas de pintura  
homeartistacursosexposiçõesprodutosobrasarte sacracontato
curriculumprêmios
atelier
fotos
artigos
mídia
vídeosentrevistas
O autor

fotoDefinido por Eugênio Mussak como um dos mais completos artistas plásticos do Brasil, Sérgio Prata dedica-se à uma ampla pesquisa. É escultor, pintor de telas, afrescos, pinturas murais e painéis cerâmicos.

Prata é especialista em técnica de pintura pela Ensb-A de Paris. Leciona composição de obras de arte, matéria que aprendeu no Museu do Louvre, e anatomia para artistas.

É artista sacro muralista, pesquisador de técnicas de iconógrafia Bizantina, desenhista, retratista, gravurista, vitralista, autor de livros, cd-rom, dvds, editor de vídeos e de cursos on-line, destinados à partilha de conhecimentos técnicos e de ofícios de arte.


A carreira nas Artes de Sérgio Prata Garcia iniciou-se quando venceu por unanimidade de público e juri o XV Concurso Nacional de esculturas em areia, organizado pela Air France no Brasil em fevereiro de 1981.

Abandonou seus estudos de Artes Plásticas na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, e transferiu-se para a École Nationale Supérieure des Beaux Arts de Paris, onde especializou-se em desenho, afrescos (com Mr. Bernard Delamarche) e técnicas de pintura (com Mr. Abraham Pincas e Jean Petit). 

Estudou Composição (Análise de Obras) no Museu do Louvre com James Bloedé. Durante os 5 anos que passou na Europa, visitou longamente os museus da Itália, Portugal, Espanha, Grécia, Inglaterra, Holanda, Bélgica, Suiça e dos demais países por onde passou. Conheceu as coleções de importantes museus, como o Museu do Vaticano em Roma, Museu do Prado em Madrid, Museu Picasso e Fundação Miró em Barcelona, Museu de Van Gogh em Amsterdã e outros.

O artista no seu atelier, trabalhando na pintura de um ícone para uma comunidade de Goiás, numa tarde de sol, em janeiro de 2010.

De volta ao Brasil em 1986, o artista inicia sua carreira profissional, sem interromper seus estudos e pesquisas no Brasil, ampliando seu leque de ação, em áreas como a gravura, técnicas de escultura e vitrais. Iniciou suas atividades com professor, lecionando para centenas de estudantes.

Retomou suas viagens de pesquisa, visitando Argentina e Chile em 1994. Viajou por mais de 15 países com este objetivo, visitando escolas de arte, universidades, atelieres de artistas, monastérios, galerias e museus.

Em 1998, participou de exposições no Canadá, em Montreal, representando o Brasil no lançamento da Agend´Art Internationalle. Visitou as cidades do Quebec e Toronto, visitando por 3 dias a coleção do ROM (Royal Ontarium Museum). Retornou à Paris, em 2002, convidado pelo Prof. Abraham Pincas, da École Nationale Supérieure des Beaux Arts, para atuar como Professeur en stage. Aproveitou a oportunidade para estudar iconografia Bizantina em têmpera com a teóloga e iconógrafa Hélène Iankoff, no atelier d´iconographie Saint-Luc de Paris. Nesta oportunidade viajou 5000 km por terra, visitando diversas regiões e museus. Fez o trajeto de Van Gogh, visitando Arles e Auvers sur Oise.

desenhoEm 2006, esteve em visita à industrias, atelieres e museus na Bretanha, Paris e Borgonha. Fez o trajeto dos impressionistas na Bretanha, visitando as galerias de Pont-Aven.

Desenvolve atividades relacionadas às artes plásticas, realiza exposições no Brasil e no exterior, pinta obras murais monumentais e sobre cavalete, para espaços públicos e colecionadores particulares. 

Os retratos de sua autoria, realizados em Paris no começo de carreira, estão espalhados em cerca de 21 países.

Suas obras de pintura podem ser encontradas em coleções particulares dos EUA, Romênia, França, Canadá e Brasil. Seus painéis murais estão em diversas cidades de São Paulo e do Paraná.

É autor de obras da arte sacra de diversas Igrejas, capelas e catedral. É criador de um procedimento inovador em pintura: as pinturas trifásicas, que nos permite ver 3 obras sobre a mesma tela, em diferentes condições de luz.

Suas obras trifásicas receberam um prêmio na categoria pintura, sendo escolhidas por um júri internacional, entre obras de 270 artistas provenientes de 36 países, na Bienal do México, em novembro de 2008.

artistaO atelier Prata e seus colaboradores promovem cursos, palestras e viagens culturais, e recebe artistas, estudantes de arte e profissionais especialistas de várias procedências, interessados em pesquisa e cursos de especialização em técnicas de pintura e em ofícios de arte.

Sérgio Prata leciona, realiza palestras e presta assessorias para indústrias de materiais artísticos, no desenvolvimento de novos materiais, e colabora na implantação de leis e ferramentas de incentivo à cultura, estruturação e consolidação de política cultural.

Em 2008 ampliou sua pesquisa sobre iconografia Bizantina no Museu de Arte Bizantina de Atenas, nos mosteiros e Igrejas de Meteora e nos mosteiros do Monte Athos, na Grécia.

Ampliou seus conhecimentos em confecção de vidros e vitrais em Brantôme, na Dordonha. Visitou as pinturas rupestres da gruta de Lascaux, e colheu informações sobre afrescos medievais das diversas regiões da França no Museu do Palais de Chaillot de Paris.


O artista trabalha atualmente na segunda edição de seu livro Técnicas de Pintura, na execução de encomendas para colecionadores particulares e na edição da enciclopédia on-line de Técnicas de Pintura e ofícios de Arte.

 

Seu atelier promove cursos de especialização para profissionais de artes plásticas e atende colecionadores particulares, interessados em suas obras.

Enciclopédia Atelier Prata - Tel 55 11 4035-2057 - Cel 55 11 9597-0275 - artista@sergioprata.com.br